Se levantas o pé do chão

Não hesites em voltar

A colocá-lo de novo.

Afinal é do chão

Que saiu para o ar.

 

Se não fazes por ti

Faz por alguém

E mesmo sem vontade

Faz sempre alguma coisa.

Seja pela tua alma ou corpo.

 

És e serás sempre dono de ti.

Cada passo que dás

É uma bênção divina

E se for insignificante

É uma perda no teu destino.

 

Faro/2018

Mamadu Alimo Djaló-MAD95

 

Imagem de capa: pixel2013 (pixabay.com)