Iniciou-se no passado domingo a 1.ª jornada do Campeonato Nacional II – Centro onde os Seniores do Moita Rugby Clube da Bairrada receberam o NR Lousã. Em dia de estreia no campeonato a equipa da Bairrada apresentou-se renovada e a mostrar-se determinada no alcance do objetivo desta época.

Num jogo bem disputado, a equipa da casa foi a primeira a inaugurar o marcador superando a Lousã desde o início do jogo, tendo estado sempre forte nas fases estáticas.

Com as bancadas repletas de adeptos, o jogo foi cativante e absorvedor, dinâmico com

penetrações na linha do adversário e forte organização defensiva. A Bairrada soube ler bem o oponente e com atitude ofensiva foi-se destacando no marcador.

Nos minutos finais a desconcentração e cansaço levaram a melhor, tendo a equipa visitante aproveitado os erros para marcar, perdendo assim a Bairrada a tendência dominadora.

Jogo positivo da Bairrada que fixou o resultado em 42-11 (7-1).

Jogaram pela Bairrada: Alexandre Pires, Diogo Pini, Diogo Cruz, Pedro Miguel, Gonçalo Almeida, Jorge Marques, Bruno Almeida, Miguel Heleno, Flávio Santiago, João Rocha, Diogo Pereira, Miguel Dias, David Lourenço, Henrique Monsanto, Mário Lopes.

Suplentes: Vasco Gomes, Marco Venâncio, César Filipe, Eduardo Martins, David Tribuna, Dilan Lopes, Pedro Alegre e João Silva.

Treinadores: Honorato Grilo e Marcelo Alves.

Equipa Técnica: Gabriel Neves e Miguel Almeida

 

Por Alexandre Pires

 

TOUCH RUGBY

Mais um um importante passo para o Touch Rugby Português, foi dado este fim de semana, com a formação de treinadores.

Foi um privilégio para nós contar como formador o presidente da FIT (Federation of International Touch), Erick Acker, que durante estes dias fez crescer significativamente as competências técnicas dos nossos Técnicos.

Uma palavra de incentivo e agradecimento aos formandos (agora treinadores acreditados de Touch) pela forma abnegada com que dedicam o seu tempo ao projeto “Touch Rugby Portugal”.

A TRP continuará a apostar na formação como veículo de crescimento da nossa modalidade em Portugal.

A organização do Moita Rugby Clube da Bairrada foi, como sempre, exemplar.

Obrigado!

 

Por Diogo Rodrigues