Várias dezenas de pessoas participaram, ao final da tarde de sábado, dia 4 de agosto, na inauguração do novo Largo da Serredade, espaço vocacionado para atividades socioculturais e recreativas criado a partir da requalificação de fundo a que foi sujeito o espaço.

A abertura oficial do equipamento coletivo contou com a participação da presidente da Câmara Municipal, Helena Teodósio, do vice-presidente da autarquia, Pedro Cardoso, de Carlos Vinhas e Maria Celeste Preguiça, em representação da Junta de Freguesia de Febres, que tiveram como anfitrião o presidente da Associação de Melhoramentos da Serredade, Licínio Barreira da Silva, e os restantes elementos dos órgãos sociais da coletividade.

Inserida nas comemorações da festa da localidade, a cerimónia de inauguração iniciou-se com bênção do espaço realizada pelo pároco da freguesia de Febres, João Piotr Stawicki, a que se seguiu o descerramento da placa alusiva à efeméride, continuando com um lanche de convívio em ambiente de confraternização festiva e culminou com uma procissão das velas em Honra de Santa Teresinha.

A líder do executivo camarário destacou “o sentido empreendedor dos dirigentes, com especial destaque para o seu presidente, Licínio Barreira, com a sua atitude empenhada para reunir os meios e os recursos é que tornaram possível a existência deste um espaço de encontro”. Segundo Helena Teodósio “a requalificação do largo advém de um esforço coletivo entre a Associação de Melhoramentos da Serredade, Junta de Freguesia de Febres e o Município de Cantanhede, e dela resultam benefícios que vêm trazer para a vida comunitária local, essencialmente por aquilo que representa para o reforço da socialização e para a afirmação do projeto sociocultural”.

Maria Celeste Preguiça, em representação da Junta de Freguesia de Febres leu uma curta declaração do seu presidente, Carlos Alves, em que se “congratula por mais um equipamento que permite fortalecer o relacionamento social e intergeracional da população”.

Já Licínio Barreira da Silva, presidente da Associação de Melhoramentos da Serredade, não esconde a sua satisfação por «ter conseguido levar a bom porto este projeto preenche uma grave lacuna na localidade, que era a inexistência de um lugar de encontro e convívio para os habitantes desta zona da freguesia”. O líder da associação regozijar-se por “a partir deste dia existe um lugar na localidade que dispõe de todas as condições para que as pessoas possam confraternizar, para haver uma forte interação entre as diferentes gerações, que é também uma boa forma de as motivar a contribuir para a dinamização desta comunidade”.

 

Fonte: Município de Cantanhede