A maquilhagem é uma forma de destacar a beleza do rosto, e isso, todos já sabemos. Mas, para não prejudicar a saúde da sua pele, é importante tomar alguns cuidados.

A higienização dos pincéis e esponjas que a auxiliam na aplicação dos produtos de cosmética, além de garantir maior durabilidade aos utensílios, previne imensas complicações.

A higienização dos seus pincéis deve ser feita pelo menos uma vez por semana. E nisto refiro-me apenas aos pincéis pessoais, uma vez que quando utilizados profissionalmente, devem ser desinfetados após cada utilização e lavados diariamente.

A higienização dos pincéis e das esponjas é fundamental para a saúde da pele. “As ferramentas de maquilhagem acumulam produto e sujidade, como o pó que vê em cima dos seus móveis!

Esta sujidade favorece o desenvolvimento de bactérias e fungos. Além disso, instrumentos contaminados podem causar irritações ou dermatites, que desencadeiam doenças infecciosas como foliculite, micose e herpes.

Como lavar os pincéis e esponjas? É simples! Eu explico!

Existem produtos específicos para o fazer mas pode perfeitamente fazê-lo com o que tem em casa. Pode fazer a limpeza com água morna e champô neutro (por exemplo champô de bébé) e, em caso de pincéis de cerdas naturais, utilizar também condicionador. No caso de pincéis ou esponjas que utiliza para a aplicação de base, como é um produto que contém gordura, pode lavar com detergente da louça que é desengordurante e de seguida lavar com champô. As esponjas depois de bem lavadas, coloque num recipiente com agua e leve ao lume até levantar fervura para esterilizar ou leve ao micro ondas na potência máxima durante cerca de dois minutos. Desta forma, evita a formação de fungos dentro da esponja. Lembre-se sempre de três passos importantes:

1) Lave somente as cerdas. Molhar o cabo com água ou produtos de limpeza estraga o material e pode danificar os pincéis;

2) Esfregue apenas de frente para trás ou com movimentos circulares, com delicadeza. Assim, os fios não correm risco de embaraçar;

3) Deixe secar na horizontal em cima de uma toalha de banho (turco) ou de cabeça para baixo nuns suportes próprios e nunca dentro de copos. Ao deixarem virados para cima dentro de um copo, fazem com que a agua escorra e possa fazer descolar o cabo.

Outra dica importante: não partilhe a sua cosmética! Ao usar batons, sombras, máscaras de pestanas ou pincéis que não são seus, aumenta o risco de transmissão de doenças como conjutivite, herpes e foliculite.

A mulher adora comprar, receber de presente e aplicar produtos de cosmética. Poucas são as que resistem a produtos que mexam com a vaidade e que significam juventude, beleza e saúde. Mas é necessário prestar muita atenção a detalhes importantes antes de adquirir um cosmético e/ou aplicá-lo.

Verifique SEMPRE a validade após a abertura do produto que está indicvalidadeado no fundo da embalagem. Pode indicar: 6M, 9M, 12M ou 24M. Se calhar ainda não tinha reparado no símbolo ou não sabia o seu significado.

Está, portanto, na hora de verificar toda a sua cosmética e pensar há quanto tempo a terá adquirido!

Produtos com a validade vencida podem causar irritações e até alergias mais graves, pois a validade refere-se, essencialmente, ao conservante, ingrediente que evita a proliferação de fungos e bactérias.

O prazo de validade de um produto de beleza é, deste modo, muito importante, pois, tal como na alimentação, um produto fora de prazo pode ser prejudicial para a saúde. Mas, não é só a validade de um cosmético que o torna apto para ser utilizado, se não forem tomados os cuidados de higiene e utilização adequados e necessários, os produtos de cosmética que nos ajudam, podem tornar-se perigosos para a saúde.

Infeções provocadas pelos cosméticos

Encostar um dedo num creme é o primeiro passo para contaminá-lo. Os produtos de limpeza de pele têm nutrientes e água na sua formulação sendo um óptimo habitat para o desenvolvimento de micróbios. As bactérias demoram cerca de 20 minutos para se multiplicarem num creme, já os fungos são mais lentos, levam em média 5 a 7 dias para formar uma colónia.

Quando se utiliza um cosmético já contaminado anteriormente, e se houver pequenas lesões na pele, os germes do produto contaminado poderão invadir o nosso organismo, provocando infeções. Alguns destes micro-organismos atacam as glândulas sebáceas e até os folículos pilosos, que dão sustentação aos pêlos da pele.

A medida mais eficiente para evitar a proliferação dos micróbios é lavar as mãos antes de usar qualquer produto de beleza ou higiene e utilizar uma espátula, que deve ser limpa sempre depois da aplicação do produto. O ideal é comprar embalagens que evitam o contacto dos dedos com o produto, evitando problemas que possam ocorrer por contaminação (Ex: produtos com doseadores e bisnagas).

Sintomas de contaminação por cosméticos

Normalmente, os sintomas de um cosmético contaminado passam por:

– Comichão

– Escamação

– Vermelhidão

– Micose

– Borbulhas

Sinais de contaminação nos cosméticos

Os cosméticos (maquilhagem, cremes, etc.) têm uma aparência, cheiro e consistência própria. Quando estão contaminados ou fora de prazo (verifique a validade após abertura indicada no fundo da embalagem), podem apresentar certos sinais indicativos de risco para a saúde. Sempre que um produto apresente os seguintes sinais, deve substituí-lo por um novo:

– Alteração de cor, cheiro ou gosto (no caso de batons).

– Endurecer totalmente ou provocar ardor e olhos inchados (máscara).

– Esfarelar, agarrar ao pincel ou apresentar sinais de mofo na embalagem (sombra, blush, pó compacto).

– Mau cheiro e humidade (pó facial).

– Borda escura (base).

– Alteração da cor ou textura (lápis de olhos e contorno de lábios).

– Fórmula endurece totalmente (verniz).

– Alteração da cor, do cheiro, consistência mais líquida ou endurecida (creme).

– Alteração da textura ou do cheiro, endurecer (champô e condicionador).

– Alteração da cor e consistência (protetor solar).

– Alteração do cheiro ou da cor (perfume).

 

Cuidados gerais a ter com os cosméticos:

-Manter as embalagens bem fechadas, num lugar seco e longe do sol.

– Não emprestar os produtos a outras pessoas, principalmente maquilhagem de olhos e batons.

– Lavar sempre as mãos antes de usar qualquer produto.

– Os perfumes devem ser guardados em lugares escuros e longe de humidades.

– Os cremes devem ser guardados num lugar fresco e longe do sol.

– Em viagem, levar apenas os produtos imprescindíveis.

– Não deixar maquilhagem dentro do carro e em lugares com altas temperaturas.

– Evitar guardar a maquilhagem na casa de banho, por causa da humidade.

– Usar uma espátula para retirar os cremes da embalagem, para não contaminá-lo.

– Ler sempre as embalagens ou folhetos explicativos.

– O ideal é manter os produtos à temperatura ambiente. Mas, se estiverem num lugar muito quente, deve colocar os produtos no frigorífico, dentro das embalagens e de sacos de plástico.

– Antes da aplicação dos produtos, lavar bem o rosto para tirar impurezas.

– Fazer uma revisão periódica dos cosméticos para verificar se algum deles está com o prazo de validade vencido. Se estiverem elimine-os.

– Não comprar cosméticos em sítios que têm condições inadequadas ao seu armazenamento.

 

Está na hora de se livrar daqueles cremes que não sabe quantos anos tem! E lave os seus utensílios! Após estes cuidados, veja como a sua pele lhe diz, que se sente muito melhor!

 

Sandra Lourenco

Certified MakeUp Artist

www.facebook.com/makeup.sandralourenco

www.instagram.com/sandralourenco22