A Câmara Municipal da Mealhada decidiu, hoje, encerrar os espaços municipais passíveis de aglomeração de pessoas, como os pavilhões desportivos, biblioteca ou cineteatro, face à atual situação de desenvolvimento e propagação do COVID-19. Estão suspensas todas as atividades culturais, recreativas e desportivas.

A decisão de encerramento dos diversos serviços municipais que tenham atendimento ao público ou que possam significar aglomeração de pessoas foi tomada, hoje à tarde, após uma reunião na CIM – Região de Coimbra.

Passam a estar encerrados, a partir de amanhã, 12 de março, as Piscinas Municipais da Mealhada, a Biblioteca Municipal, o Arquivo Municipal, o Centro de Interpretação Ambiental, o Centro de Estágios de Luso, o Cineteatro Messias, os postos de Turismo da Mealhada e do Luso e os Pavilhões Municipais de Mealhada, Luso, Pampilhosa, Casal Comba, Barcouço e Ventosa do Bairro.

Os eventos desportivos, recreativos e culturais municipais estão cancelados ou suspensos até que a situação do COVID-19 esteja normalizada no país, sendo, para já, impossível definir um horizonte temporal.

 

Biofestival de Primavera, Dia dos Moinhos e Capuchinho Vermelho adiados

A Autarquia decidiu adiar já o BioFestival de Primavera, que estava previsto realizar-se dias 21 e 22 de março, no Parque da Cidade, uma vez que se trata de um evento que atrairia algumas dezenas de pessoas e com atividades direcionadas para crianças.

Suspenso está ainda o espetáculo de teatro infantil “O Capuchinho Vermelho”, marcado para dia 28 de março, no Cineteatro Messias. Também as comemorações alusivas ao Dia dos Moinhos, que se realizariam dias 4, 5, 6 e 7 de abril, foram adiadas para 19 e 20 de setembro, no seguimento da decisão tomada pelo coordenador nacional da iniciativa Moinhos Abertos e da Rede Portuguesa de Moinhos.

Quanto a outros eventos programados para os próximos meses, será feita, diariamente, uma avaliação do evoluir da situação no país e, em função disso, serão tomadas as medidas que se considerem apropriadas.

No Município da Mealhada não há ainda qualquer caso conhecido de COVID-19, mas foi já definido, em colaboração com as autoridades locais de saúde, um plano de contingência para espaços municipais. A todas as chefias e trabalhadores foi dado a conhecer este plano que inclui diversos procedimentos a adotar nos locais de trabalho e perante diversas situações, nomeadamente perante uma suspeita de infeção.

“O Município da Mealhada está comprometido com a saúde e a segurança dos seus trabalhadores, tendo também um papel importante a desempenhar na limitação do impacto negativo desta epidemia no país, sendo essencial, para o efeito, a colaboração de todos os trabalhadores”, conclui o Plano de Contingência do Município.

 

 

Fonte: Município da Mealhada

Imagem: Rota da Bairrada