Na manhã do passado dia 22 de março, o «Bairrada Informação» comprovou a “agitação” que se vive na vila do Luso, desta feita, por turistas espanhóis. Claudemiro Semedo, também empresário na vila na área da restauração, afirma que para além de espanhóis, em maior número, há muitos alemães, holandeses, brasileiros, americanos e agora também muitos asiáticos. Para o autarca, “o Bussaco faz toda a diferença”.

“Antigamente o Luso só trabalhava no verão, agora é o ano todo. Havendo um fim-de-semana prolongado sente-se logo o turismo”, garante Claudemiro Semedo, que confessa que “dada a desertificação das aldeias, pela idade avançada das pessoas”, gostava de captar turistas estrangeiros para a freguesia. “São eles que mais elogiam a freguesia. Descrevem-na como um paraíso para descansar e ter tranquilidade”, enfatiza.

A tradição continua a ser o que era e a Fonte de São João recebe, semanalmente, centenas de garrafões, desenganando-se quem pensa que isso só acontece ao fim-de-semana. “De facto, muito do movimento do Luso é característico das pessoas que vêm encher os seus garrafões, mas não há volta a dar: o Bussaco é a jóia da coroa do Município”, enaltece o presidente da Junta do Luso, elogiando o trabalho “muito importante” feito pela Fundação e Câmara da Mealhada.

“Se a candidatura à UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) for aprovada será um salto muito grande na nossa freguesia”, explica o autarca, baseando-se nos números estatísticos de quem já ergue a bandeira em outros locais.

Claudemiro Semedo está também satisfeito com o facto de três investidores terem adquirido os edifícios da Pensão Astória, dos antigos Correios e uma casa ao lado do Chafariz junto às Termas. O primeiro para alojamento local e os restantes para habitação.

Para além disso, o autarca enaltece os eventos desportivos captados para o Luso. “A Câmara continua com a bandeira no apoio ao desporto e temos sempre o Centro de Estágios e o Pavilhão repletos de atletas”, afirma Claudemiro Semedo, exemplificando com o Torneio de Apuramento para o Campeonato da Europa, de futebol feminino Sub17, que juntou, recentemente, no Luso, as selecções de Portugal, França, Irlanda Norte e República Checa, tendo a equipa portuguesa se sagrado para o campeonato europeu.

 

Texto de Mónica Sofia Lopes

Fotografias de José Moura