O Município de Anadia viu a sua candidatura apresentada ao IAPMEI para a Certificação da Incubadora do Curia Tecnoparque aprovada para a prestação de serviços de incubação.

A acreditação foi aprovada pela Comissão Diretiva das Autoridades de Gestão dos Programas Operacionais, pelos Conselhos Diretivos do IAPMEI e pelo Turismo de Portugal. Em breve, a Incubadora do Curia Tecnoparque fará parte da lista de entidades acreditadas para fornecer serviços de incubação, nomeadamente o “Vale Incubação”.

O “Vale Incubação” é uma medida que visa dinamizar a capacidade empreendedora e fomentar as condições para a aceleração e o sucesso de novas empresas, apoiando o desenvolvimento do negócio por via da contratação de serviços de Incubação a incubadoras previamente acreditadas.

Os serviços de incubação a prestar pelas entidades acreditadas no âmbito dos “Vales Incubação” terão como objetivo acelerar e fomentar, pelo período máximo de um ano, a capacidade empreendedora e as condições para o sucesso comercial nacional e internacional de novas empresas, geradas por um empreendedor ou numa equipa de empreendedores, em atividades relacionadas com indústrias criativas e culturais, e/ou setores com maior intensidade de tecnologia e conhecimento ou que valorizem a aplicação de resultados de I&D na produção de novos bens e serviços, potenciando o sucesso no mercado de novas startups, em atividades inovadoras e de valor acrescentado.

A Incubadora de Empresas do Curia Tecnoparque nasceu em 2006 e está, atualmente, sobre a tutela do Município de Anadia, tendo como parceiros a Universidade de Aveiro e o Politécnico de Coimbra. Localizada entre Aveiro e Coimbra, tem como missão produzir um impacto económico na região favorecendo o clima de inovação e de empreendedorismo para a criação e o sucesso de novas empresas. A Incubadora tem como áreas preferenciais as Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC), a Viticultura e Enologia, a Mobilidade Suave, a Saúde e Bem-Estar, Energias e Ambiente, Desporto, Turismo e Termalismo, Cerâmica e o Setor Agrícola e Florestal.

O espaço de incubação, com onze gabinetes individuais e uma área para coworking, com capacidade para cerca de dez pessoas, tem protocolos com a Rede Nacional de Incubadoras, a IERA – Incubadora de Empresas da Região de Aveiro e a RIERC – Rede de Incubadoras de Empresas da Região Centro. Atualmente, conta com quatro empresas instaladas fisicamente e uma virtualmente. Na “forja”, para entrar, estão mais quatro projetos.

A Câmara Municipal de Anadia pretende ainda dotar aquele espaço de novos serviços de apoio às empresas incubadas ali instaladas. Para breve está também a entrada em funcionamento do Gabinete de Apoio ao Empresário e ao Empreendedor (GAEE).

 

Fonte: Município de Anadia