Óscar Carvalho e João Marques, candidatos, respetivamente, à Junta do Luso e à Câmara da Mealhada, pela CDU, estiveram, no passado sábado, na sede na Associação Cultural e Recreativa de Barrô, numa sessão aberta à população e destinada a recolher as necessidades concretas daquele lugar da freguesia do Luso.

“Dos elementos recolhidos, podemos sintetizar três grandes linhas: A primeira tem a ver com as acessibilidades; a segunda relaciona-se com o património natural e edificado do lugar; e a terceira tem a ver com a falta de uma política de dinamização social e económica que fixe a população e os jovens ao lugar”, lê-se num comunicado da Comissão Concelhia da Mealhada do Partido Comunista Português.

“Problemas” para os quais o partido diz ter resposta: “É tempo de o Município assumir a sua matriz rural e avançar com candidaturas robustas no âmbito da iniciativa Leader que será reforçada no próximo orçamento plurianual da União Europeia. A CDU compromete a fazer deste tempo um eixo central da sua proposta política, criando um gabinete de ação local que faça o inventário do património construído, mas também das práticas agrícolas pré-existentes que importa recuperar, adaptadas e apoiadas por estratégias de valorização dos circuitos curtos de produção e comercialização”.