Nos passados dias 6 e 7 de março, a Juventude Popular organizou o seu 24.º Congresso Nacional, em formato online, para segurança de todos os envolvidos.

Na ordem de trabalhos estavam, entre outros pontos, a discussão e votação das moções de estratégia sectorial e global, culminando com a eleição dos novos órgãos nacionais.

O distrito de Aveiro fez-se representar por uma considerável delegação, sendo que a sua estrutural distrital apresentou uma moção de estratégia sectorial, intitulada “Poder Local – Um Breve Manifesto Autárquico”, aprovada por maioria.

Nos novos órgãos nacionais, o distrito de Aveiro está amplamente representado. A Comissão Política Nacional, liderada agora por Francisco Camacho, tem como um dos seus vice-presidentes António Baptista (Espinho) e como vogais Marco Dias Carvalho (Anadia), Rita Ramos (Águeda) e Diana Fedchyshyn (Albergaria-a-Velha).

Nos restantes órgãos, Maria Miguel Resende (Águeda) como vice-presidente da Mesa do Conselho Nacional, António Pato (Oliveira do Bairro) como vogal do Gabinete de Estudos e Mafalda Dourado Santos (Anadia) como vice-presidente da Comissão de Disciplina.

Bárbara Martins (Albergaria-a-Velha), Ricardo Martins (Arouca), Diana Sili (Albergaria-a-Velha) e Lourenço Ribeiro (Espinho), como suplente, foram eleitos Conselheiros Nacionais através de lista aprovada em Congresso Nacional.

Marco Dias Carvalho, presidente distrital, congratula todos os seus militantes eleitos, convicto de que são o melhor que o distrito de Aveiro pode colocar ao serviço da Juventude Popular e do país. Por outro lado, além do seu mérito individual, destaca a qualidade do distrito de Aveiro enquanto estrutura e do trabalho que tem realizado até ao momento, feito que em muito contribuiu o seu antecessor Pedro Rebelo Tavares.

Ainda no decorrer dos trabalhos do 24º Congresso Nacional, foram distinguidos como militantes honorários Ana Sanches, André Levi e Pedro Rebelo Tavares.

 

 

Fonte: Distrital de Aveiro da Juventude Popular

Imagem com Direitos Reservados