A Angelini acaba de lançar a 11ª edição do Angelini University Award! 2019/2020 (AUA!19/20) e a 3ª edição do Prémio Jornalismo. Estas iniciativas têm como principal objetivo apelar à criatividade e ao empreendedorismo junto de alunos do ensino superior da área da saúde e, no caso do Prémio Jornalismo, distinguir um trabalho publicado ou emitido por um meio de comunicação social em Portugal entre 1 de janeiro e 30 de setembro de 2020. Para esta edição a farmacêutica escolheu o tema “Menos Dor, Mais Vida” para ajudar a combater o problema que atinge 3 em cada 10 indivíduos em Portugal, segundo a Associação Portuguesa para o Estudo da Dor (APED). Os vencedores serão conhecidos em outubro de 2020.

“O AUA! é uma iniciativa que foi desenvolvida em Portugal e que tem sido muito bem acolhida não só pela comunidade de alunos universitários, como pelos principais stakeholders da área da saúde. Este projeto foi lançado há mais de uma década e tem vindo sempre a crescer em adesão e notoriedade, o que é muito gratificante para a Angelini Portugal”, explica Conceição Martins Diretora de Recursos Humanos e Comunicação, que acompanha este projeto desde o seu início.

No AUA!19/20 serão aceites a concurso todos os projetos que abordem o tema da dor, tendo como algumas das sugestões o desenvolvimento de novos produtos farmacológicos para o tratamento da dor, novas tecnologias no diagnóstico e tratamento, a criação de uma linha de apoio à dor ou ainda terapias alternativas e complementares para o alívio de sintomas. Na vertente dos estilos de vida, as sugestões passam pelo envelhecimento ativo, programas de exercício físico para o tratamento da patologia, entre outros. As inscrições para os participantes terminam a 26 de março de 2020

Relativamente ao Prémio Jornalismo serão elegíveis todos os trabalhos que sejam publicados ou emitidos por um meio de comunicação em Portugal e que foquem as principais questões relacionadas com o tema da dor. “Acreditamos que a comunicação social tem um papel fundamental na educação para a saúde e na divulgação de novas soluções terapêuticas, daí termos criado o Prémio Jornalismo que pretende este ano distinguir um trabalho desenvolvido na área da dor, um problema que afeta aproximadamente 3 milhões de portugueses”, conclui Conceição Martins.

Os vencedores da edição do AUA!19/20 terão prémios monetários até 12.000 euros e os critérios utilizados para avaliar os projetos em concurso terão como base a inovação, criatividade, metodologia utilizada, pertinência do projeto e a viabilidade da sua implementação.  Já o melhor trabalho jornalístico receberá um prémio monetário no valor de 3.000 euros.

O júri destes prémios será composto por um conjunto de profissionais da área médica e farmacêutica a anunciar em breve e alguns elementos das áreas Comercial e Médica da Angelini Farmacêutica.

 

 

Imagem: HolgersFotografie (https://pixabay.com/pt)