Contribuir para o desenvolvimento da investigação científica do cancro infantil em Portugal é o objetivo dos Lions, que há três anos, iniciaram um projeto com vista a angariar verbas para essa causa

 

No âmbito desse projeto, os Lions de Portugal já contribuíram com donativos para a investigação científica na ordem dos 25 mil euros (doados ao IPATIMUP/Centro Hospitalar São João), tendo ainda contribuído com 9200 euros para o serviço de oncologia do Hospital Pediátrico de Coimbra, tendo atribuído também cinco bolsas a crianças com cancro, no valor de 5 000 euros, através da Liga Portuguesa Contra Cancro. A ala de oncologia do Hospital São João foi contemplada com 5.350 euros.

“O nosso objetivo é alcançar ainda mais metas, envolver todo o País, continuando a apostar no desenvolvimento da investigação científica nesta área”, refere Isabel Moreira, presidente dos Lions de Portugal.

Ao projeto associámos uma mascote, o LUCAS (L- Lions e Liga Portuguesa Contra o Cancro; U – União; C – Combate ao Cancro; A- Amor; S- Solidariedade), que tem sido construída por voluntários e membros dos Lions e LEOS de Portugal.

“Queremos envolver mais pessoas nesta luta e, por isso, vamos realizar oficinas, em vários locais do país, para construir o maior número de LUCAS possível, que serão oferecidos na angariação de donativos”, refere ainda a presidente dos Lions, dando nota que “todas as verbas serão canalizadas para a investigação científica ligada ao cancro infantil, após a realização de um concurso com vista à atribuição de bolsas”.

 

PRIMEIRA OFICINA EM CANTANHEDE

A primeira dessas oficinas está agendada já para dia 12 de outubro, no Centro Paroquial de São Pedro, em Cantanhede, a partir das 10 horas. Outras se seguirão e os Clubes Lions serão incentivados a organizar oficinas nas suas comunidades, desafiando associações e coletividades locais.

O projeto dos Lions mereceu já a atenção de reconhecidas figuras públicas como o conhecido cantor Tony Carreira, a jornalista Clara de Sousa, o comentador político Luís Marques Mendes e o empresário e comentador Manuel Serrão.

Esta é uma atividade aberta a todas as pessoas que queiram ajudar, bastando para isso comparecer no local e participar na experiência.

 

 

LEGENDA: O projeto ainda não está no terreno e já envolve comunidades e instituições, como é o caso dos utentes da Santa Casa da Misericórdia de Cantanhede, que deram uma importante ajuda na construção da mascote LUCAS

 

 

Autoria de Isabel Moreira, presidente Lions Portugal