Realizou-se, no passado mês de novembro, no courts de relva sintética do complexo desportivo de Mortágua  o torneio de veteranos “Os Bengalas”, prova oficial da Federação Portuguesa de Ténis, nível B, nos escalões de + 35,+45 e + 55 anos masculinos e +35 e + 45 anos femininos, disputado nas variantes de singulares e pares masculinos,  com quarenta e um inscritos, numa organização da secção de ténis do Sporting Clube de Vale de Açores.

Os jogadores da região da Bairrada estiveram em destaque em Mortágua, com as vitórias de António Carrinho em singulares no escalão de +55 anos, e na variante de pares masculinos a vitória de Fernando Gonçalves, que também foi finalista em singulares do escalão de +55 anos. Na prova de pares do escalão de + 45 anos os finalistas foram a dupla Carlos Neves e Gonçalo Vieira.

O conimbricense Matthieu Garcia, atual diretor técnico do Ténis Clube do Choupal, e que representa o Clube Sportivo Nun´alvares da cidade invicta, primeiro cabeça de série e líder do ranking nacional, venceu de forma rápida a final do escalão de + 35 anos, frente ao congénere João Pimentel, segundo pré designado e atleta da AA Coimbra, n.º 41 nacional, em duas partidas com  os parciais de 6-0 e 6-2.

No escalão de + 45 femininos a conimbricense Paula Teixeira, do Ténis Clube do Choupal e n.º 61 do ranking, venceu a visiense Elisabete Rey, do Viseu Royal Ténis clube e n.º 21 da hierarquia nacional, em dois equilibrados sets com os parciais de 7-5 e 6-4, sagrando-se a grande vencedora do torneio.

No escalão de + 35 anos femininos a vitória foi da portista Sónia Sobral do Clube Sportivo Nun´alvares, na final sobre a visiense Anabela Santos, do Ténis Clube de Viseu, em três partidas com os parciais de 6-7 com (7/4) no tie break, 6-4 e (10-8) no match tie break.

No escalão de +45 anos masculinos a vitória sorriu ao portista Tiago Vasquez, do Clube Sportivo Nun´alvares e n.º 63 nacional, tendo vencido na final o aveirense João Cunha cabeça de série nº 2 e nº 36 do Grupo Desportivo e Cultural da CIRES (Estarreja), com os parciais de 6-2 e 6-3.

Na variante de pares masculinos deste escalão, Tiago Vasquez, ao lado de Fernando Gonçalves, venceram a dupla formada pelo anadiense Carlos Neves, do Grupo Desportivo e Cultural da CIRES (Estarreja), e o lusense Gonçalo Vieira, do Luso Ténis Clube, em duas partidas por 6-2 e 6-1.

No escalão de + 55 anos masculinos a final foi disputada pelo sangalhense Fernando Gonçalves, do Nuno Mota Tenis Academy, primeiro pré-designado e n.º 10 nacional e o anadiense António Carrinho, do Grupo Desportivo e Cultural da CIRES (Estarreja), cabeça de série n.º 2 e n.º 16 do mesmo ranking, com a vitória em duas partidas com os parciais de 6-1 e 6-4 conquistada por António Carrinho.