A Roda Viva – Loja Social do Município da Mealhada iniciou, na manhã desta segunda-feira, 20 de dezembro, a entrega de oitenta e quatro cabazes alimentares de Natal a famílias que, desta forma, podem ter uma mesa mais farta. Além dos géneros alimentícios, quarenta e três crianças receberão o seu presente de Natal.

“As oitenta e quatro famílias contempladas com cabazes de Natal são as que, sendo acompanhadas pela Roda Viva – Loja Social, não estão inseridas em qualquer outro programa de apoio alimentar”, explica, em comunicado, o Município da Mealhada, acrescentando que “recebem, assim, um cabaz, com os mais diversos alimentos – farinha, arroz, carne, peixe, fruta, produtos de higiene – não faltando os da quadra, como o bolo-rei. Os cabazes foram elaborados pela nutricionista do Serviço de Ação Social da Autarquia de forma a garantir a adequação qualitativa e quantitativa a nível nutricional, consoante a tipologia do agregado.   Além dos cabazes familiares, a Loja Social adquiriu ainda brinquedos para quarenta e três crianças, até aos 14 anos”.

“Toda a gente tem direito a uma mesa de Natal um pouco mais farta do que a do dia a dia e é uma preocupação minha – incomoda-me mesmo – que esta não seja a realidade de uma parte da nossa comunidade. Por isso, cabe-nos a nós, Município, garantir que algumas famílias vivam uma quadra mais feliz”, sublinha António Jorge Franco, presidente da Câmara Municipal da Mealhada.

A Loja Social apoia atualmente cerca de cento e cinquenta agregados familiares, mas, no caso do cabaz de Natal, são contempladas apenas as famílias que não estão inseridas em outro tipo de programa de ajuda alimentar, evitando a duplicação do apoio.

Além da ajuda regular mensal a estas cento e cinquenta famílias, com roupas, calçado, eletrodomésticos, alimentos, produtos de higiene pessoal e doméstica, a Loja Social atua ainda em situações de emergência, por exemplo, no atual contexto de pandemia, com a entrega de bens alimentares a agregados em situação de confinamento e de carência económica.