Pelo quarto ano consecutivo o Clube de Ténis de Ovar, recebeu nos dias 28 e 29 de agosto, o Campeonato Regional de Veteranos, nos escalões de +35, +45 e +55 anos, nas variantes de singulares e pares masculinos, com a participação de 28 jogadores.

Na variante de pares masculinos do escalão de + 45 anos, a dupla formada pelo Aveirense João Cunha e o Anadiense Carlos Neves, que representam o Grupo Desportivo e Cultural da CIRES, venceram na final a formação de Oliveira de Azeméis, Luís Sousa e Luís Catalão com os parciais de 6-2 e 6-3.

Na prova de singulares do mesmo escalão o grande vencedor foi o Espanhol Miguel Lapido a representar o Clube de Ténis de Espinho, acabou com a hegemonia do Aveirense João Cunha, cabeça de série nº 1 e número 10 do ranking nacional, e bicampeão regional deste escalão, somando vitórias em 2019 e 2020. Na final de singulares Miguel Lapido venceu de forma contundente João Cunha por 6-0 e 6-2.

Na meia final Miguel Lapido venceu o são-joanense Pedro Pinho em duas partidas por 6-4 e 6-3. Na outra meia final João Cunha venceu o colega da equipa CIRES, o Anadiense Carlos Neves também em duas partidas com os parciais de 6-4 e 6-3.

O vareiro João leite cabeça de série nº 2 e atual número 38 do ranking nacional, sagrou-se tricampeão regional do escalão de + 35 anos, conseguindo nesta edição a “dobradinha “, averbando também o título de pares masculinos ao lado do seu colega do Clube de Ténis de Ovar, Rui Silva.

A final de singulares, foi uma reedição de 2019, com a vitória a sorrir a João Leite, que voltou a superiorizou-se a Eduardo Pais cabeça de série nº 1 e número 13 do mesmo ranking, em três partidas com os parciais de 3-6, 7-6 com (7/5 ) no tei break , e ( 10-2 ) no super tie break com que fechou o encontro, ao fim de cerca de duas horas de jogo.

Por último no escalão de + 55 anos, o Espinhense Vítor Martins, jogador do Clube de Ténis de Paços de Brandão, cabeça de série número 1 e número doze do ranking nacional, revalidou o título alcançado em 2020. Na final venceu o Aguedense Bento Queiroz, jogador do Clube de Ténis de Espinho e número quarenta e três deste escalão, com os parciais de 6-1 e 4-0 e desistência por problemas físicos.

 

 

Na fotografia, Carlos Neves e João Cunha, vencedores de pares masculinos