A Associação fotografARTE e o Centro Cultural e Recreativo da Pena apresentam uma Exposição Fotográfica exterior intitulada “SOM”, até dia 11 de julho, dispersa pela aldeia de Pena (Cantanhede). Da exposição consta dez fotografias de autor publicadas originalmente num desafio público “Fotografar Fora de Portas”, promovido pela Associação fotografARTE. As referidas fotos-cartaz estarão expostas em ambiente exterior, mais propriamente nas janelas de casas de moradores, nas vitrines de lojas do comércio local e em outros espaços “familiares” à comunidade.

Também no passado sábado, dia 3 de julho, decorreu, no Largo da Cruz, na mesma localidade, um foto-Concerto com a mesma temática realizado pelo projeto Cabra Cor de Rosa. Vinte e oito fotografias foram projetadas na fachada do edifício da antiga sede do Centro Cultural e Recreativo da Pena, sendo que cada uma delas teve a sua própria sonoplastia / música interpretada ao vivo.

“Este conceito artístico compreende uma cumplicidade entre som e imagem no espaço público e pretende-se deste modo fazer sentir à audiência que a vida continua a existir mesmo em situações de adversidade, como a que vivemos atualmente com os condicionamentos decorrentes da pandemia, que está em constante e inevitável adaptação e que o isolamento, seja ele pessoal, coletivo, social ou cultural, pode ser contestado de diversas formas, sendo a arte uma das mais bonitas, marcantes e representativas”, explicam os promotores do evento, garantindo que “a exposição fotográfica e foto-Concerto ‘SOM’ resultam do trabalho em parceria da Associação fotografARTE e do Centro Cultural e Recreativo da Pena e conta com o apoio da União de Freguesias de Portunhos e Outil e do Município de Cantanhede”.

Após esta estreia, a Associação fotografARTE e o projeto Cabra Cor de Rosa pretendem continuar a apresentar este conteúdo artístico, de forma itinerante, em parceria com outras associações culturais de comunidades locais do concelho de Cantanhede e/ou fora deste, encontrando-se em fase de receção de propostas nesse sentido.

 

Fotografia de João Faria