“Há dias na vida de um homem em que a história acontece”. As palavras são de Dinis Torres, presidente da Junta de Freguesia de Vilarinho do Bairro, no concelho de Anadia, aquando da inauguração das novas instalações do Mercado, que se realizou na tarde de ontem, 25 de abril. Com um investimento total de cerca de um milhão e meio de euros, suportado na íntegra pelo orçamento camarário, o espaço realizará a primeira feira já no próximo domingo, dia 28 de abril.

Foi em festa que população, feirantes, comerciantes e autarcas se juntaram, na tarde de ontem, para conhecer o novo espaço. “Hoje apresentamos uma obra que é uma referência nacional”, começou por dizer Dinis Torres, salientando que, para além da obra física, o local conta agora “com novas regras e procedimentos ao seu funcionamento”, nomeadamente, com a automatização de entrada dos feirantes, que, ao passarem o cartão na máquina, que permite a passagem de veículos, saberão se têm, ou não, o pagamento de utilização do espaço em dia.

Com cento e setenta lugares disponíveis, entre feirantes e comerciantes, o Mercado de Vilarinho do Bairro tem sete instalações sanitárias; uma zona coberta de churrasqueira; mais de trezentos lugares de estacionamento; e vários ecopontos espalhados pelo recinto. “Um espaço que reúne as melhores condições para quem o recebe e para quem o visita”, enfatizou o presidente da Junta, garantindo que “a taxa de ocupação é de cem por cento”, cujo processo “tem decorrido com tranquilidade”. “O sucesso deste espaço não depende da Junta, mas de todos nós!”, concluiu o autarca.

Para Altino Cruz Pereira, presidente da Assembleia de Freguesia de Vilarinho do Bairro, a inauguração de ontem representa que “passados quarenta e cinco anos, o 25 de Abril ainda está vivo”, indo ao encontro “das expectativas de comerciantes, feirantes e população” provenientes, garante, não só de Anadia, mas também de Cantanhede, Oliveira do Bairro, Mealhada e Vagos. “Um Mercado construído com dinheiros públicos” e que, por isso, deve fazer com que tenhamos “orgulho em sermos portugueses”.

Na cerimónia, Teresa Cardoso, presidente da Câmara Municipal de Anadia, enalteceu a obra, afirmando “ser um bom exemplo do trabalho de proximidade dos autarcas”. Uma infraestrutura “de grande investimento que não dependeu de fundos comunitários” e que a autarca diz ser “de Vilarinho do Bairro, mas também do concelho de Anadia”. A autarca elogiou ainda “as novas funcionalidades do Mercado”, que contêm “mais inovação e comodidade”; bem como o parque de estacionamento e os alertas, espalhados pelo recinto, para a consciência ambiental.

O projeto foi elaborado, por técnicos da autarquia, atribuindo uma nova configuração e organização ao mercado de Vilarinho do Bairro, tendo sido criado um espaço polivalente, nomeadamente para mercado, feiras e outros eventos ao ar livre, melhorando assim as condições da atividade comercial ali realizada. “Pretendeu-se, acima de tudo, que a infraestrutura seja mais funcional, tendo para tal sido criada uma malha de arruamentos mais densa, possibilitando uma melhoria na circulação de pessoas, quer para vendedores quer para o público em geral”, lê-se ainda num comunicado de imprensa da Autarquia.

 

Mónica Sofia Lopes