A Unidade Móvel de Atendimento (UMA) de Anadia vai passar a disponibilizar, a partir do mês de março, o serviço de registo de “Queimas e Queimadas” à população do concelho. Um apoio que tem como intuito facilitar a vida àquelas pessoas que pretendem realizar queimas de amontoados, matos cortados ou sobrantes de exploração e que têm mais dificuldades em aceder a esta plataforma digital por desconhecimento.

De acordo com a nova legislação, nomeadamente o decreto-lei nº 14/2019, de 22 de janeiro, qualquer pessoa ou entidade que pretenda realizar uma queima de sobrantes resultantes da exploração agrícola e florestal ou uma queimada extensiva é obrigado a comunicar previamente a sua intenção na plataforma digital dinamizada pelo ICNF – Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (https://fogos.icnf.pt/InfoQueimasQueimadas/).

De recordar que este serviço itinerante – UMA – da Câmara Municipal de Anadia entrou em funcionamento, no passado mês de julho, percorre as 10 freguesias do concelho, prestando diversos serviços públicos às populações mais isoladas e de menor mobilidade, nomeadamente nas valências da Biblioteca, do Espaço Cidadão e de Saúde.

 

Fonte: Município de Anadia