A Unidade de Cuidados de Saúde Primários na Mealhada (Centro de Saúde) procedeu, recentemente, a uma reorganização, criando duas Unidades de Saúde Familiar (USF).

Num documento emitido pelos principais responsáveis da atividade do Centro de Saúde da Mealhada (Carlos Ordens, diretor executivo do Agrupamento dos Centros de Saúde do Baixo Mondego; Ana Ernesto, coordenadora da USF da Mealhada; e José Augusto Simões, coordenador USF Caminhos do Cértoma) e publicado no site da Câmara Municipal (http://www.cm-mealhada.pt/public/ficheiros/comunicacao/press/press_2999.pdf) pode ler-se que, nesta reorganização, os profissionais envolvidos comprometem-se “a oferecer Cuidados de Saúde personalizados, com rigor científico, melhor acessibilidade para todos e mais qualidade”, nomeadamente, eficácia, efetividade, equidade e eficiência, com mais ganhos em saúde e melhoria da satisfação global dos utentes e profissionais de saúde”.

 

O que muda afinal?

Assim, a “USF da Mealhada, com sede na Mealhada, inclui os polos de Mealhada e de Barcouço” e “a USF Caminhos do Cértoma, com sede na Pampilhosa, inclui os pólos de Pampilhosa, Luso e Vacariça”.

O horário de funcionamento de ambas é das 8h às 20 horas nas respetivas sedes, sendo o horário dos pólos ajustado.

O serviço de Consulta Agudos Complementar (CAC) mantém-se apenas na sede do Centro de Saúde, aos feriados e fins de semana, com horário das 10h às 18 horas.

Durante os dias úteis, os utentes das USF devem recorrer ao médico de família. Na sua ausência, os utentes da USF Mealhada (Mealhada e Barcouço) recorrem à sede, na Mealhada, das 8h às 20 horas. Os utentes da USF Caminhos do Cértoma (Pampilhosa, Luso e Vacariça) devem recorrer à sede, na Pampilhosa, entre as 8h e as 20 horas.

 

Adaptação de Mónica Sofia Lopes