Luís Martelo, natural de Barcouço (concelho da Mealhada), com 28 anos e músico em Inglaterra, prepara-se, esta segunda-feira, dia 2 de abril, para lançar o album de Rap “ARTitude”. “Arte e atitude” são, e segundo o artista Luká EmmE, os dois termos que “definem a sua vida”.

“Após três anos afastado do Rap, por opção, mas também para me afastar do que se estava a fazer na altura em Portugal, com ‘pseudo gangsta de internet’ – ‘eu mato’, ‘eu fumo’, ‘eu sou mau’ -, resolvi parar, meter a cabeça no lugar, construir vida e família, para agora voltar”, confessou, ao «Bairrada Informação» o artista, garantindo que prometeu voltar “quando estivesse pronto para dar algo ao Rap que valesse a pena”.

E o regresso acontece no ano em que Luká EmmE assinala “dez anos de carreira”. “O álbum ‘ARTitude’, passa por vários estilos dentro do Rap, foi todo produzido a nível de instrumentais por produtores americanos (Danny EBeats, MonkeyBeats, TowerBeatz)  e escrito, gravado, mixado e masterizado por mim, aqui no estúdio em Londres”, refere.

29261876_1128019420671106_2784795668751843328_o“É um álbum que fala de toda a minha história de vida, como já era de esperar, mas de forma mais consciente e madura, mas também dura e comercial. Falo das realidades que observei neste tempo que estive do lado de fora a observar, em que estive inserido num mercado mais elevado, no Kizomba, com grandes artistas onde cresci muito musicalmente e onde vi os ‘podres’ do mercado”, continua o jovem garantindo que este é “um Rap que visa instruir e não desencaminhar os mais novos” e onde “ataca” os “rappers gangsta” que ensinam o que nao devem, como a falsidade, a falta de respeito, de civismo e a crueldade do mundo atual”. “O álbum abrange também o Rap romantico, sobre histórias que vivi também”, confessa.

Lealdade e amizade são palavras chave neste álbum, onde o artista confessa falar dos seus erros e ensinar “a que não caiam neles”. “O álbum tem dez faixas e a mais badalada é o “Eu não” que já tem videoclip filmado em Londres e foi estreada ao vivo em Beja, com banda, no dia 3 de março, onde estiveram Ruben Baião, Badoxa, Fábio Lagarto e Ricardo Glória, todos artistas bem conhecidos da nova geração”, acrescentou.

Para além desta música, há ainda: “Family Fire”, “Não vou voltar atrás”, “Passo a passo”, “Saudade”, “Nunca digas a Ninguém”, “Prefiro estar só”, “E se amanhã eu partir?”, “Filhos da sorte!” e “Amor”.

O álbum será lançado este dia 2 de abril, na página oficial do músico em http://www.facebook.com/lukaemme/ e “vai ter tour de apresentação (designada de ‘Eu Não’), ja com ‘shows’ marcados em Portugal, Suíça, Luxemburgo e Inglaterra e outros países a serem ‘negociados’”, disse-nos ainda Luís Martelo, explicando que o “CD físico” já pode ser comprado em http://www.iguia.pt/lukaemme/.

 

Mónica Sofia Lopes