António Breda Carvalho e Associação de Carnaval da Bairrada receberam, na noite do passado sábado, respetivamente, os galardões de “Personalidade” e “Instituição” do ano em 2017, entregues pelo Lions Clube de Mealhada. A cerimónia, também de aniversário para o Clube, foi “brindada” com a atuação da escola de samba Amigos da Tijuca, uma das quatro que desfila no Carnaval Luso Brasileiro da Bairrada, na Mealhada.

“Em 2018 completaram-se quarenta Carnavais na Mealhada, organizados pela Associação de Carnaval, e também por algo que existiu antes, que trouxe a semente para o que hoje temos”, começou por dizer Pedro Paiva, secretário geral do Lions Clube de Mealhada, recordando que o evento foi trazido para a Mealhada “por estudantes brasileiros que estudavam em Coimbra”.

“Há uma alegria muito grande nas pessoas quando chega a altura do Carnaval. É, de facto, um momento fascinante, um espetáculo com muita cor e alegria”, continuou Pedro Paiva, destacando o trabalho das escolas de samba e o papel “fundamental que têm na vida das pessoas”. “Ali criam-se competências de liderança, de costura, de música,…”, disse.

“Muitas das pessoas que hoje vimos aqui tocar, não teriam noções de música se não fossem as escolas de samba”, acrescentou Pedro Paiva, sugerindo que “o Carnaval da Mealhada marque forte presença no mundo digital”. “Apostem no marketing”, concluiu.

A apresentação do escritor António Breda Carvalho esteve a cargo de Isabel Cruz, do Lions Clube de Mealhada. Nascido em 1960, é professor de Português do 3.º Ciclo, tendo iniciado o ser percurso na literatura em 1990, onde se enumeram contos, antologias literárias, estudos regionais e romances.

Foi com “O Fotógrafo da Madeira” que o autor “ganhou” notoriedade, arrecadando vários prémios. “A partir de 2012 escreveu um livro por ano”, referiu Isabel Cruz, enfatizando ainda obras como “O Crime de Serrazes” e “Morrer na outra margem”.

“De 1989 a 2015 ganhou vinte prémios literários, nomeadamente na Bairrada, Figueira da Foz e Madeira”, acrescentou.

A representar a Câmara da Mealhada esteve Nuno Canilho, que começou por dar os parabéns ao Lions Clube de Mealhada. “Sabemos que há um esforço desta equipa em fazer renascer o dinamismo do Clube e fico muito satisfeito por terem, recentemente, aderido à Rede Social da Mealhada”. “Todos reconhecem no Lions uma importância grande para a comunidade pois transforma, efetivamente a vida das pessoas”, continuou o vereador com o pelouro da Ação Social.

Nuno Canilho elogiou ainda o facto de o Lions da Mealhada ter uma “iniciativa (anual) de elogio”. “É importante este reconhecimento público do trabalho daqueles que o fazem bem!”, acrescentou.

Construção de casa de banho e palestra com Procuradora Geral da República

O evento foi aproveitado pela presidente do Clube, Isabel Moreira, para fazer um balanço da atividade do Lions Clube de Mealhada, falando dos projetos em curso, destacando a construção de uma casa de banho na residência de um utente do Centro do Centro Social Comendador Melo Pimenta, no Luso, em colaboração com aquela instituição e ainda com a Junta de Freguesia do Luso e Câmara da Mealhada. Os materiais de acabamento, tal como azulejo, mosaico e loiças sanitárias, serão oferecidos pelo Lions Clube da Mealhada.

A presidente do Lions Clube de Mealhada anunciou, ainda, o arranque, no dia 26 de maio, do ciclo de conferências promovido pelo Clube, que terá como primeira oradora convidada a Procuradora Geral da República, Joana Marques Vidal.

Após dois anos de inatividade, a recuperação da dinâmica do Clube mealhadense foi saudada pelos vários oradores que se fizeram ouvir ao longo da noite, nomeadamente pelo atual presidente do Conselho Nacional de Governadores, José Carvalho Lopes, mas também pelo Governador eleito do Distrito 115 Centro Sul, Pedro Crisóstomo e Ribeiro Cardoso, do Lions Clube de Fafe e ainda Armando Cottim, do Clube da Costa da Caparica.

 

Mónica Sofia Lopes / Lions Clube de Mealhada