Estão abertas, desde 28 de março, as candidaturas à marca “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”. Os cerca de trinta aderentes podem, como habitualmente de dois em dois anos, revalidar as suas candidaturas e, quem não o é, tem, até ao próximo dia 20 de abril, a oportunidade de o fazer. Nesta edição, a marca procura também uma “Bebida de Aperitivo”, bem como uma “Entrada”.

Com uma década de vida, a marca “Água|Pão|Vinho|Leitão – 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”, criada pela Câmara Municipal, sentiu nos últimos anos necessidade de apostar em outros produtos. Primeiro foram os doces “Maravilhas”, depois os “Produtos Alimentares Associados” e agora uma “Bebida de Aperitivo” e uma “Entrada”.

Um novo concurso que pretende envolver “produtos alimentares, primários ou transformados, que possam ter uma ligação direta a um ou vários dos produtos das ‘4 Maravilhas’”. E podem concorrer, individualmente ou em grupos, escolas, restaurantes, pastelarias e padarias do concelho da Mealhada, bem como outros profissionais ou não profissionais residentes no concelho ou com sede social de empresa no município.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
OLYMPUS DIGITAL CAMERA

“Inovação, empreendedorismo e  criatividade” é o que se pretende com este concurso, segundo Ana Paula Pais, diretora da Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra, que garantiu, na tarde de 28 de março, que os concorrentes podem candidatar-se ao aperitivo ou à entrada, ou a ambos. “É essencial que o nome dado à bebida e à entrada seja original e não conotado com nenhuma outra marca comercial”, alertou a presidente do painel de jurados, elogiando “a Câmara da Mealhada por atribuir, a cada vencedor, um valor pecuniário de mil e quinhentos euros”.

Os candidatos a este concurso, mas também à marca “4 Maravilhas da Mesa da Mealhada”, bem como Produtos Alimentares Associados, podem fazê-lo até dia 20 de abril através do sítio na internet http://www.4maravilhas.cm-mealhada.pt/, no separador “Inscrições” e escolhendo a opção a que se candidata.

Em maio realizar-se-ão as visitas aos candidatos, “sem marcação prévia e com degustação dos produtos, para que assim sejam avaliadas as propriedades organolépticas de cada um”. “Procurem estimular as equipas para que todos tenham conhecimento do projeto e para que serve. Muitas vezes o júri chega às entidades concorrentes e quem nos ‘recebe’ não sabe do que falamos”, apelou Ana Paula Pais.

Em relação ao concurso de bebida e aperitivo, as datas são diferentes, com o dia 4 de maio a ser o escolhido para a revelação dos candidatos, que podem ser até dez em cada categoria, havendo no dia 24 de maio, um concurso do qual se sagrarão apenas dois vencedores, um em cada categoria.

Os produtos e todas as distinções da marca serão apresentados na “Gala 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada” que se realiza a 6 de julho.

José Pedro Soares, da Comissão Vitivinícola da Bairrada, garantiu ser “este um projeto importante, que ajuda a valorizar não só o vinho, mas as uvas da região também”. “A produção de uvas ajuda a manter uma paisagem e traz pessoas às nossas localidades”, disse.

Também José Madeira, da AHRESP – Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, entidade que integra o painel dos jurados, enfatizou a “qualidade dos produtos gastronómicos da Bairrada”.

“O que pretendemos com este projeto é que o cliente que vem à Mealhada tenha, à mesa, uma experiência sincronizada de todos os produtos”, sublinhou Nuno Canilho, da Câmara da Mealhada.

 

Texto de Mónica Sofia Lopes

Fotografias de José Moura