Elementos diretivos do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas vão estar na Mata Nacional do Bussaco, esta sexta-feira, dia 2 de fevereiro, onde em conjunto com a Fundação, que gere o espaço classificado recentemente de “Monumento Nacional”, estarão em concertação final de um “contrato–programa”, que “permitirá um conjunto de iniciativas e ações fulcrais no Bussaco”.

Quem o garantiu, ontem, ao «Bairrada Informação», foi António Gravato, presidente da Fundação Bussaco, explicando que em cima da mesa está «um apoio de cerca de duzentos mil euros”, investimento feito em ações e obras concretas.

E tudo indica, segundo o dirigente, que “em meados de fevereiro, com a presença do Secretário de Estado das Florestas, esse contrato-programa seja assinado”.

 

M.S.L.