As candidaturas à quarta edição do Prémio “Joaquim Andrade – Ser+”, promovido pela Delegação no concelho da Mealhada da Cruz Vermelha Portuguesa, têm início no próximo dia 1 de fevereiro. O Prémio “visa distinguir uma personalidade ou entidade concelhia que se distinga na vertente do voluntariado nos últimos anos”.

17309388_1459240990783889_5176162042910811549_nAs candidaturas iniciam a 1 de fevereiro e podem ser feitas, por qualquer pessoa, na página oficial da Delegação na rede social Facebook – http://www.facebook.com/cvpmealhada – e/ou através do formulário em https://www.dropbox.com/sh/zt0yqmd4v8f5szp/AACcXlkDC26XM7viWauweaXna?dl=0, até dia 2 de março.

Neste momento, e até dia 30 de janeiro, está a ser constituído o júri, que terá representantes da Área Social da Câmara Municipal da Mealhada e da Junta de Freguesia da Pampilhosa e ainda Vítor Soares, presidente da Delegação na Mealhada da Cruz Vermelha Portuguesa, bem como um representante da área social da mesma Delegação.

O painel será ainda constituído por “uma instituição ou personalidade do concelho da Mealhada na área social, convidada especialmente para o efeito e com rotatividade anual”.

Para a última quinzena de março está guardada a eleição do vencedor pelo júri e posterior divulgação. Em comunicado, Hélia Beatriz Branco, responsável pela área de marketing e comunicação da delegação, enfatiza que este Prémio “mais do que distinguir uma personalidade, dignifica e reconhece o que se faz de bom na área do voluntariado na zona Centro”.17353321_1459240914117230_697144090914060489_n

Recordamos que as edições anteriores tiveram como vencedores Joaquim Andrade (a título póstumo e que dá nome ao prémio por ter sido o primeiro presidente da Delegação); Nuno Canilho, na segunda edição; e Júlio Penetra, em 2017.

 

Texto de Mónica Sofia Lopes

Fotografia de capa geralt (pixabay.com)