O Comando Territorial de Aveiro da Guarda Nacional Republicana, através dos militares do Posto Territorial de Anadia, procedeu, em junho passado, “à detenção de uma mulher, com quarenta e sete anos, por suspeita de fogo posto a uma área florestal”, na localidade de Monsarros, na freguesia de Vila Nova de Monsarros (concelho de Anadia)”.

No julgamento, que teve início, no Tribunal de Aveiro, no dia 23 de janeiro de 2018, a arguida negou a “intencionalidade” da ação, alegando ter feito “uma queimada com um monte de silvas”, mas que quando os Bombeiros chegaram já “a fogueira estava extinta”, escreve o Diário de Coimbra de hoje.

 

Leia mais sobre o assunto na notícia que o «Bairrada Informação» publicou aquando da detenção: http://www.bairradainformacao.pt/2017/06/21/mulher-faz-fogueira-em-anadia-e-acaba-detida-pela-pj/

Imagem: TanteTati (pixabay.com)