Os ante-projetos de várias zonas, na Mealhada, abrangidas na requalificação urbanística do centro histórico da cidade, foram, na manhã de 8 de janeiro, apresentadas, em reunião pública da Câmara Municipal, por Arminda Martins, vereadora com o pelouro das Obras. Uma requalificação que ascende os três milhões de euros, mas que foi alvo de uma candidatura ao Plano de Ação de Regeneração Urbana (P.A.R.U.) no programa 2020.26693087_1990394440977908_374717410_o (1)

A grande intervenção e com maior impacto na reestruturação urbana, aos níveis da circulação rodoviária, mas também de estacionamento na cidade, “unirá” a Urbanização do Choupal (onde se situa o “Schiappa”) à Avenida Manuel Lousada (Rua da Estação), confluindo com a Rua Branquinho de Carvalho (a da Segurança Social), através de uma rotunda.

26695054_1990394140977938_2072236010_oNa prática, e uma vez adquiridos os prédios urbanos e terrenos envolventes, na Avenida Manuel Lousada, no centro da cidade da Mealhada, por um valor global de trezentos e quarenta e cinco mil euros, haverá uma estrada única, que parte da zona de trás do estacionamento do estabelecimento comercial Schiappa e que irá ter à rua junto do edifício da Câmara.

Junto ao troço, onde existe uma loja de artigos de animais na Rua Branquinho de Carvalho, será feita uma rotunda que “obrigará” a que nesse troço, da “Rua dos Bancos”, como é designada, o trânsito seja feito num só sentido.

Para além disso, nesses terrenos adquiridos recentemente pela autarquia será construído um estacionamento com cerca de sessenta lugares disponíveis. Isto permitirá que o atual estacionamento “provisório”, junto aos Paços do Concelho, deixe de ter essa função e fique liberto para dar lugar ao novo edifício camarário.

A requalificação abrange ainda intervenção nas Ruas Visconde de Valdoeiro, Cerveira Lebre, Capitão Cabral e Dr. Luís Navega, com ênfase para a zona do Centro Escolar da Mealhada, que ficará com um Parque de Estacionamento maior, com lugar para paragem dos transportes escolares. Dar-se-á também uma nova imagem ao troço que liga a rotunda do Cineteatro Messias até à Estação de Comboios.

Outra das intervenções, essa já em fase de execução, incide sobre a reabilitação da antiga Destilaria do Instituto da Vinha e do Vinho, que será um “Centro de Promoção e Divulgação de Produtos”.

Regulamento do Procurador do Munícipe de Mealhada vai a discussão pública

Na reunião, que se realizou na manhã desta segunda-feira, foi ainda aprovada, por unanimidade, a proposta de Regulamento do Procurador do Munícipe de Mealhada, que pretende ser “um facilitador do relacionamento entre o cidadão e os órgãos e serviços municipais, orientando as partes sobre o caminho a seguir, relativamente às queixas, reclamações, interesses e sugestões apresentadas, que interferem direta ou indiretamente na sua qualidade de vida, abrangendo todas as áreas de competência autárquica”.

26695446_1990394450977907_436064456_o (1)Um projeto que arrecadou os votos favoráveis dos três vereadores eleitos pela coligação “Juntos pelo Concelho da Mealhada” que alegaram ser uma “proposta da campanha autárquica que fizeram”, mas que, contudo, dizem ser “um regulamento idêntico a outros já existentes, nomeadamente, na Câmara de Águeda”, pedindo ainda que fosse feita a alteração da denominação de procurador para “provedor”.

O documento será alvo de discussão pública, antes de ser votado em Assembleia Municipal.

 

Mónica Sofia Lopes