Foi na noite do dia 4 de janeiro que o Cineteatro Municipal Messias, na Mealhada recebeu o tradicional Concerto de Ano Novo. Desta vez, a Orquestra Filarmonia das Beiras convidou Beatriz Cortesão, uma jovem harpista natural da Mealhada, “para um concerto inesquecível”.

O Concerto de Ano Novo e Reis constitui um dos momentos marcantes da temporada musical da Orquestra Filarmonia das Beiras (OFB). Tal como em Viena, soaram as mais conhecidas valsas, polcas e marchas de Strauss, selecionadas para fazer entrar o Novo Ano de 2017 em ritmo festivo. A primeira parte do concerto é dedicada A Johann Strauss II (1825-1899), revisitando composições como a “Polca Champanhe”, “Polca Blumenfest (Festa da Flor)”, “Polca Banditengalopp (O Galope dos Bandidos)” e a “Valsa Danúbio Azul,”.

A segunda parte foi dedicada às grandes bandas sonoras de filmes. A música transportou o público às produções  de Hollywood e da  Broadway, contagiando velhas e novas gerações com temas conhecidos de produções cinematográficas como “O Senhor dos Anéis”, o universo “007”, “Os Piratas das Caraíbas”, “ET” ou “Regresso ao Futuro”.harpmasters2017

Beatriz Cortesão, jovem harpista da Mealhada, foi convidada da orquestra e a direção esteve a cargo do maestro António Vassalo.

 

Com galeria de fotografias, de José Moura, em https://www.facebook.com/bairradainformacao/