A Câmara da Mealhada vai adquirir um edifício no centro da localidade de Ventosa do Bairro, junto à rotunda do Rossio, que dará origem à “Casa Municipal da Criatividade e da Juventude” (leia mais em http://www.bairradainformacao.pt/2017/12/20/ventosa-do-bairro-vai-ser-capital-da-criatividade-e-juventude-no-concelho-da-mealhada/)

A proposta de aquisição, pelo valor de trezentos e dez mil euros, foi aprovada por maioria, com os votos contra dos três vereadores da coligação “Juntos pelo Concelho da Mealhada”, na reunião do dia 18 de dezembro de 2017. Agora, volvidas duas semanas, em comunicado de imprensa, a coligação do “Juntos” – que agrega o Partido Social Democrata (PSD), Partido Popular (CDS/PP), Partido da Terra (MPT) e Partido Popular Monárquico (PPM) – explica o sentido de voto.

“A coligação J.P.C.M. tomou posição de voto contra a aquisição de Prédio Urbano em Ventosa do Bairro, pelo facto de não existir qualquer planeamento, modelo de gestão e uso, que se pretende dar ao imóvel em causa. Apenas se sabe o objetivo vago de vir a ser uma ‘Casa da Juventude e da Criatividade’”, lê-se na nota enviada às redações, que acrescenta: “Não aceitamos que o nosso Município assuma tão elevado valor financeiro, sem que, previamente, sejamos esclarecidos, de como o projeto pretende vir a ser desenvolvido e por quem”.

“Não nos basta uma resposta, por parte do senhor presidente, dizendo apenas, que irão levar em consideração exemplos de ‘benchmarking’ e auscultar os jovens. Não aceitamos a compra de um imóvel antes da estratégia estar plenamente definida, à semelhança de resto, com o que se tem verificado com outros edifícios já adquiridos”.

 

MSL