Dia 16 de dezembro, o concelho da Mealhada foi uma das sessenta e uma localidades portuguesas que receberam a já considerada maior ceia solidária de Natal alguma vez organizada em território nacional, que serviu mais de sete mil beneficiários da Cruz Vermelha Portuguesa. A iniciativa, no município mealhadense, foi organizada pela Delegação no concelho da Cruz Vermelha Portuguesa e as refeições, cerca de setenta, foram totalmente fornecidas pelo Intermarché da Mealhada. O jantar aconteceu, no passado sábado, no Centro Recreativo Cultural e Desportivo do Travasso.

DSC04677Bacalhau com batatas e cenoura, águas, sumos, vinhos, bolo rei, maçã e banana foi assim o jantar de setenta pessoas do município da Mealhada, na noite de sábado. Ao «Bairrada Informação», Rita Ferreira, gerente do Intermarché da Mealhada e também de Cantanhede, confessa que “ver os olhos a brilhar das pessoas é o maior e melhor proveito que se pode ter com estas ações”. “Foi um ano difícil”, acrescenta e, “por isso, todos, por muito pouco que seja, deveríamos ajudar”.

Vítor Glória, presidente da Delegação no Concelho da Mealhada da Cruz Vermelha Portuguesa, referiu que as famílias abrangidas pelo jantar são acompanhadas, ao longo do ano, pela Cruz Vermelha e estão identificadas pela Ação Social da Câmara da Mealhada.

Sobre a escolha da localidade do Travasso, freguesia da Vacariça, para o encontro, Vitor Glória falou, ao nosso jornal, “na centralidade, uma vez que foram os colaboradores da Cruz vermelha que trouxeram e levaram todas as pessoas para casa”.

O dirigente elogiou ainda “o protocolo, recentemente, assinado entre a Cruz Vermelha Nacional e o Grupo Mosqueteiros”, que levará a mais ações deste género…

 

Texto e fotografias de Mónica Sofia Lopes