A festa de Natal dos Bombeiros Voluntários da Pampilhosa contou com dois “presentes” este ano. Se por um lado, Fernando Abrantes tomou posse como comandante da corporação, por outro, a Associação Humanitária recebeu uma viatura da Transportes Pascoal, no valor, de vinte e cinco mil euros, que será transformada em veículo tanque para “uma grande capacidade de água”.

O incêndio que fustigou oitocentos hectares de floresta, na freguesia de Barcouço, esteve a um quilómetro da Transportes Pascoal. Ao «Bairrada Informação», José Pascoal, sócio-gerente da empresa, explica que, “nessa altura, questionou a corporação por causa de só ver cisternas de água, por exemplo, de Algés e de Aveiro”. “Foi-me dito que com aquela dimensão não tinham cá e nós não esquecemos isso. Agora chegou a hora da oferta de um trator, que pintámos, e ao qual poderá ser adaptado uma cisterna de água”, disse ainda.

Uma “prenda” que Rogério Silva, presidente da direção dos Bombeiros da Pampilhosa, disse “não ter palavras para agradecer a ação inqualificável pela positiva!”. “Efetivamente havia necessidade disto na corporação da Pampilhosa e no concelho da Mealhada”, concluiu o dirigente, pedindo uma aclamação “ao senhor José Pascoal”.

Fernando Abrantes, que instantes antes tinha tomado posse, agradeceu a oferta, referindo ser “uma prenda de muito valor e de grande utilidade”. “Esta não é só uma oferta para a corporação da Pampilhosa e para o concelho da Mealhada, é uma oferta para todo o país”, enfatizou.

Os agradecimentos do comandante da corporação da Pampilhosa, em regime de substituição desde que Ana Paula Ramos foi para 2.ª Comandante Distrital de Operações de Socorro (CODIS) de Aveiro, foram extensos, realçando, contudo, “o voto de confiança dado pela direção”; “a Câmara da Mealhada pelo apoio dado, em especial este ano, aquando dos incêndios, pois estiveram sempre ao nosso lado”; e “a união existente entre os Bombeiros da Mealhada e da Pampilhosa”.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Foi, contudo, para o quadro ativo da corporação, que Fernando Abrantes enfatizou o discurso. “Estão aqui homens e mulheres que, no dia à dia, dão o melhor de si!”, referiu o comandante, enaltecendo “os dias, como o que aconteceu no passado dia 25 de novembro, um sábado, em que as ocorrências foram tantas que precisei de quarenta e quatro bombeiros”. “Estiveram cá e deram ‘o litro’ como sempre. Sou um comandante feliz e com este corpo ativo não é difícil sê-lo!”, disse ainda.

A Escola de Infantes e Cadetes não foi esquecida. “Este é o nosso canteiro, o nosso futuro!”, elogiou o comandante.

António Ribeiro, 1.º CODIS de Aveiro, enalteceu as qualidades do agora comandante dos Bombeiros da Pampilhosa, garantindo que quem comanda os Bombeiros “forma, instruí e executa, mas também protege e acarinha!”. “Tens tudo para ser um bom comandante”, disse.

Da parte da Câmara da Mealhada esteve o vice-presidente, Guilherme Duarte, que elogiou o “colega de infância”. “Fernando Abrantes é um homem sério, honesto e competente. Enquadra-se no perfil desta Associação e é o homem certo para o lugar certo!”, elogiou o autarca, garantindo que o concelho da Mealhada “é privilegiado por ter dois corpos de Bombeiros”.

 

Texto de Mónica Sofia Lopes

Galeria de fotografias, de José Moura, em https://www.facebook.com/bairradainformacao/

 

Legenda da fotografia de capa: António Ribeiro, Rogério Silva, Guilherme Duarte, José Pascoal, Fernando Abrantes e João Duarte