O Município da Mealhada integra um projeto que está ainda em fase primária de estudo, mas que é quase certo que leve à criação de uma Rede de Cidades de Carnaval na Região Centro, onde estão também Estarreja, Figueira da Foz, Ovar e Torres Vedras. No próximo dia 30 de novembro haverá uma reunião onde as Câmaras Municipais assinarão o documento oficial deste “acordo”.

Ao «Bairrada Informação», Rui Marqueiro, presidente da Câmara Municipal da Mealhada, explicou que “está a ser estudada uma Rede de Cidades do Carnaval, onde os Municípios que a integram estão a estudar os diferentes eventos”.

Em cima da mesa está também o facto de em comum “todos os Carnavais gastarem muito dinheiro”, sendo, no caso da Mealhada, a Câmara o maior financiador do Carnaval Luso Brasileiro da Bairrada. “O primeiro passo, e a curto prazo, é conseguirmos, com o apoio da CCDRC (Comissão de Cordenação e Desenvolvimento Regional do Centro), financiamento do Centro 2020 para esta Rede”, disse ainda o edil, garantindo que “no futuro, a internacionalização com outros Carnavais da Europa e com apoio de Bruxelas”, pode vir a ser uma realidade.

O documento que está a ser estudado, e que já foi divulgado por alguns órgãos de comunicação social, tem por base “qualificar a oferta turística e atrair turistas aos seus territórios” e, segundo conseguimos apurar, pode vir a alterar o modelo de organização do Carnaval em diversos Municípios.

Tentámos obter uma reação a esta Rede por parte do dirigente da Associação de Carnaval da Mealhada, mas, até ao momento, não o foi possível.