A Caixa de Crédito Agrícola da Bairrada e Aguieira, situada no centro da cidade da Mealhada, foi assaltada na madrugada desta quarta-feira, dia 11 de outubro, com recurso à explosão da caixa de multibanco situada no edifício da agência bancária. Segundo duas moradoras da referida rua, eram quatro encapuzados, sendo que um deles tinha “uma arma de cano serrado”. “Foi num curto espaço de tempo, mas fizeram tudo com muita descontração”, disse, ao «Bairrada Informação», uma moradora de um apartamento situado na Rua Branquinho de Carvalho.

Eram cerca das 4 horas quando os moradores de uma das principais ruas da cidade da Mealhada acordaram com um estrondo. “Foi um estoiro enorme e fez com que todos os vizinhos viessem espreitar à janela”, declarou-nos uma das moradoras com quem falámos, que garante: “Vimos a fazerem tudo. Só não os vimos a explodir com a caixa, porque foi com isso que acordámos”.

Segundo os testemunhos que o «Bairrada Informação» conseguiu obter, o assalto foi feito por quatro indivíduos. “Usavam botas pretas, tinham calças estilo militar e estavam encapuzados. Parecia mesmo que estávamos a ver um filme da nossa janela…”, disse-nos a primeira testemunha com quem falámos, garantindo que o carro, “que parecia um Mercedes dos antigos, de cor acinzentada escura, estava estacionado em segunda fila virado para a Avenida 25 de Abril”.22429324_1891240350893318_260448752_o

“Três dos assaltantes, que partiram o vidro, junto à caixa de multibanco, com uma espécie de marretas, entraram no edifício e trouxeram a caixa do dinheiro que colocaram na bagageira do automóvel”, explicaram as moradoras, afirmando que tudo aconteceu “num espaço de tempo de dois, três minutos”. “Demoraram mais a partir o vidro, porque é resistente, mas enquanto isso acontecia esteve sempre um junto ao carro com uma arma de cano serrado a olhar para as janelas”, disseram ainda ao «Bairrada Informação», tendo uma das testesmunhas se assustado “porque o cão ladrou e ele olhou fixamente para a janela da minha sala”.

“Apesar do aparato, do alarme a tocar e do pouco tempo em que tudo aconteceu, foi tudo feito com uma descontração tremenda”, contou ainda uma das moradoras, que refere ter dado o alerta às autoridades.

A viatura terá seguido em direção a norte na estrada da Avenida 25 de Abril e a explosão só terá provocado danos estruturais na agência bancária e na caixa de multibanco, não tendo, segundo podemos apurar, tido consequências nos apartamentos que estão por cima.

Segundo nota da TVI 24, que cita a Lusa, o assalto na Mealhada não foi único, pois no espaço de uma hora terá acontecido um outro em Condeixa. Este último às 3h 15m. “Em ambos os casos o roubo foi por rebentamento e os assaltantes estão em fuga”, diz a mesma nota.