Helena Teodósio, do Partido Social Democrata, foi eleita presidente da Câmara Municipal de Cantanhede com 61,27% dos votos, elegendo um total de cinco vereadores. O Partido Socialista elege dois vereadores, com 26,74%: Luís Silva e Gonçalo Magalhães.

A vitoriosa torna-se, assim, a primeira mulher eleita para a presidência da Câmara de Cantanhede. Sucede a João Moura, também do PSD, que, por força da limitação de mandatos, não pôde concorrer à Câmara nestas eleições. Foi, contudo, eleito presidente da Assembleia Municipal da Mealhada com 57,3% dos votos, atingindo o PSD catorze membros neste órgão, onde o Partido Socialista elegeu seis mandatos e a CDU um.

Escreve o Diário de Coimbra, na edição de 2 de outubro, que “em relação às autárquicas de 2013, o PSD manteve a presidência de treze das catorze freguesias do concelho de Cantanhede, embora nem tudo tenha ficado na mesma no que se refere ao mapa político concelhio”. “Nas eleições de há quatro anos, o PS tinha conquistado a Junta de Freguesia de Ançã, que, em 2017, perdeu para o PSD. Por outro lado, os social-democratas ‘cederam’ a presidência da Junta de Freguesia da Cordinhã aos socialistas”, acrescenta a mesma nota.

 

 

Eleição nas Juntas de Freguesia (http://aurinegra.pt)

 

Ançã

Cláudio Vaz Cardoso (PSD)

 

Cadima

Regina Marise Pessoa (PSD)

 

Cantanhede e Pocariça

Aidil Machado (PSD)

 

Cordinhã

Pedro Carrana (PS)

 

Covões e Camarneira

Asdrúbal Torres (PSD)

 

Febres

Carlos Alberto Alves (PSD)

 

Murtede

Carlos Fernandes (PSD)

 

Ourentã

Nelson Maia (PSD)

 

Portunhos e Outil

Paulo Santos (PSD)

 

São Caetano

Eduarda Pedro (PSD)

 

Sepins e Bolho

Luís Arromba (PSD)

 

Tocha

Fernando Pais Alves (PSD)

 

Vilamar e Corticeiro de Cima

Egídio Patrão (PSD)

 

Sanguinheira

Euclides Vinagreiro (PSD)