Centenas de professores, técnicos e funcionários do Agrupamento de Escolas da Mealhada e da Escola Profissional Vasconcellos Lebre (E.P.V.L.) foram recebidos, na manhã desta terça-feira, dia 11 de setembro, no Cineteatro Municipal Messias, como habitualmente acontece nesta altura do ano. Da parte da tarde, e a pensar nos professores que estão no município da Mealhada pela primeira vez, foi feita uma visita guiada pelo concelho.

A comunidade educativa para o ano letivo de 2017 / 2018 juntou-se, ontem, pela primeira vez, e Fernando Trindade, diretor do Agrupamento agradeceu “a oportunidade”. “Aqui temos a noção de quantos somos e quantos lugares ocupamos e não são tão poucos quanto isso”, declarou, fazendo um cumprimento à E.P.V.L. “Junto connosco têm a responsabilidade da Educação no concelho e isto mostra que o município está muito bem servido”, elogiou Fernando Trindade, lamentando, contudo, que “neste momento, não haja oferta para adultos e também não o haja para falantes de outras línguas”.

“Mas isto não muda a nossa atitude, que é cada vez mais pro-ativa. Aquilo que temos procurado fazer é muito mais do que aquilo que a lei prevê. Tentamos sempre fazer coisas novas”, concluiu o diretor do Agrupamento de Escolas da Mealhada.

A directora pedagógica da E.P.V.L., na sua intervenção, agradeceu “a todos os que fazem da educação um espaço importante no concelho da Mealhada”. “É mais um ano que começa e onde todos juntos podemos melhorá-la”, enfatizou.

Rui Marqueiro, presidente da Câmara da Mealhada, desejou “um bom ano letivo a todos os professores e professoras” e “as boas vindas a quem está no concelho pela primeira vez”, cabendo a Guilherme Duarte, vice-presidente da autarquia e responsável pelo pelouro da Educação, a explicação sobre as infraestruturas existentes e as respostas disponíveis para os alunos e encarregados de educação. “Sabemos que com boas condições conseguimos ter alunos melhores e mais bem preparados”, disse.

Guilherme Duarte fez um balanço positivo “do contrato interadministrativo de competências”, explicando que “a gestão pedagógica da escola é dos professores e que o Município apenas faz a gestão e manutenção dos espaços”. “Tudo o que dermos e fizermos pelos alunos será sempre um investimento e nunca um gasto”, concluiu.

Hoje, terça-feira, dia 12 de setembro, pelas 18h 30m, o Plano Estratégico para a Educação no Município da Mealhada será apresentado no Espaço Inovação da Mealhada. A apresentação conta com a presença de António Rochette, professor na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra e autor do Plano que define a estratégia educativa de uma forma alargada.