O “AnadiaSIM” fez as suas primeiras viagens, na passada segunda-feira, dia 4 de setembro, e a população já disse “sim” ao serviço, tendo sido utilizado vinte vezes em dois dias. Para além disso, em cada paragem que faz, o motorista é alvo da curiosidade dos municípes, uns porque desconhecem o veículo, outros porque querem saber questões concretas, nomeadamente, sobre os horários e custo.

Se na segunda e terça-feira foram duas dezenas, tudo indica que os números de ontem (dia 6) terão acabado igualmente “positivos”, uma vez que às 10h 20m já o veículo tinha levado quatro munícipes à Estação de Comboios da Curia. O «Bairrada Informação» fez parte de uma comitiva que, esta quarta-feira, percorreu dois percursos na cidade de Anadia, onde estiveram elementos do executivo camarário, mas também dirigentes e funcionários da empresa de transporte coletivo de passageiros Transdev.

“Temos cerca de uma dezena de Municípios que já aderiram, aliás, só nas duas últimas semanas foram três: Oliveira de Azeméis, Belmonte e Anadia”, referiu João Paulo Araújo, administrador da Transdev, acrescentando que “as perspectivas são de aumentar porque os Municípios entendem este serviço como importante e querem ter a Transdev como parceira”.

“Esta primeira semana é sempre um teste para que alguns ajustes, ao nivel de horários, possa ser feito. As pessoas questionam muito e a perspectiva é a de que todos os horários tenham procura, diariamente”, disse também André Leitão, Diretor do Centro Operacional de Coimbra da Transdev.

O “AnadiaSIM” é composto por cinco percursos, destinados a servir as localidades mais afastadas do centro urbano, funcionando uma linha diferente a cada dia da semana e ainda o serviço “a pedido” através do número de telefone 239 855 270. Já o circuito urbano tem cinco horários diários. “Nos horários de ponta, o serviço assegura a ligação às estações da CP de Curia e Mogofores, para maior comodidade de quem opta pelo uso do comboio no dia-a-dia”, explica ainda João Paulo Araújo, acrescentando que “este serviço oferece horários ajustados à população em geral, não estando condicionado aos horários escolares”.

O veículo tem vinte e quatro lugares sentados, quatro em pé e um lugar para cadeira de rodas. Ao todo e para fazer face a cerca de trinta mil habitantes, estão disponíveis em todo o concelho de Anadia cento e dez paragens, assinaladas com a identificação “Anadia Sim”. Os horários e percursos podem ser vistos em http://cm-anadia.pt/2015-09-17-14-13-10/anadiasim.

Mas Teresa Cardoso, presidente da Câmara Municipal de Anadia, explica que “a informação foi também enviada através dos CTT, os circuitos foram explicados nas Juntas de Freguesia e, na próxima semana, será realizada uma sessão de divulgação e esclarecimento junto da Rede Social de Anadia”.

A edil relembra ainda que os percursos “podem vir a ser alterados mediante as necessidades e fluxo da população” e acredita que quando as aulas começarem haja um aumento de viagens. “Temos recebido muitos telefonemas de encarregados de educação a quererem informações deste transporte, uma vez que alguns alunos não são abrangidos pelo transporte escolar por excederem o número de quilómetros permitido das suas áreas de residência até à escola. Com o ‘AnadiaSIM’ fica mais barato para estes alunos”, concluiu.

O custo é de um euro por viagem para os circuitos semanais e a pedido. No circuito urbano, o valor é de cinquenta cêntimos por viagem. Os portadores de Cartão Jovem ou Sénior do concelho de Anadia beneficiam de um desconto de 50%.

Para Rodrigo Leston, da Papelaria Cesário, a medida é importante e “viu finalmente a luz do dia”. “Como também sou músico e frequentador de várias festas de aldeias do concelho de Anadia, apercebo-me da dificuldade de que a população idosa, e de quem não tiver meio de transporte próprio, tem, em se dirigir, por exemplo, a uma estação ferroviária ou a outras localidades, nomeadamente, à cidade de Anadia que tem quase tudo o que as pessoas precisam para o seu quotidiano”.