No passado mês de maio, caiu uma pernada de um quarto da tília, “de grande porte”, que se situa na Rua Emídio Navarro, na vila termal de Luso, junto à “movimentada” Fonte de São João. Preocupado, Rui Marqueiro, presidente da Câmara da Mealhada, pediu um parecer a um especialista na matéria, que entregou o relatório na semana passada. Um documento que não deixa dúvidas sobre a “fragilidade” da árvore e risco de queda, o que levou a que, na manhã de 28 de agosto, o executivo tenha deliberado, por unanimidade, o seu abate (noticia na integra em http://www.bairradainformacao.pt/2017/08/29/abate-de-tilia-no-luso-previne-uma-possivel-queda/).abate_tileira_45

O corte aconteceu na manhã desta quarta-feira, dia 30 de agosto.