Um jovem, de quinze anos, sofreu, no dia 2 de agosto, queimaduras, após ter mexido num engenho pirotécnico, que estava “deixado” num terreno atrás de sua casa. Tudo aconteceu na freguesia de São Lourenço do Bairro, no concelho de Anadia.

O alerta foi dado para o quartel dos Bombeiros Voluntários de Anadia eram 10h 12m. “Quando fomos acionados foi-nos dito que seria uma fuga de gás, porque o cheiro característico deste tipo de engenho pirotécnico é similar”, declarou, ao «Bairrada Informação, Ana Matias, comandante da corporação anadiense.

“O menino, emigrante e que chegou ontem (dia 1) a Portugal, terá ido brincar a um terreno junto de sua casa. Viu o objeto estranho, mexeu e deu-se a explosão”, continuou a comandante, garantindo que “a criança veiu logo pedir a ajuda para a estrada, sem saber muito bem o que lhe tinha acontecido”.

E no local onde estava o engenho pirotécnico, segundo a comandante, “havia outros materiais do tipo”. Material esse que, nesta criança, “provocou lesões nos membros superiores, peito e face”.

Durante a operação estiveram os Bombeiros de Anadia, dois agentes da Guarda Nacional Republicana e o presidente da Junta de Freguesia. O jovem foi transportado para o Pediátrico de Coimbra.

 

Imagem: OpenClipart-Vectors (pixabay.com)