Na noite desta sexta feira, dia 28 de julho, Litério Marques, a quem foi retirado o cartão de militante do Partido Social aquando da criação do Movimento Independente de Anadia, viu-o ser-lhe entregue, por Henrique Fidalgo, na presença de Pedro Passos Coelho. Tudo aconteceu no jantar de apresentação oficial da candidatura de Litério Marques, que se realizou na Fogueira, em Sangalhos, onde a organização garante terem estado «quatrocentas pessoas».

«Só Litério pode corrigir, a solução da Câmara em Anadia», garante o líder do PSD

«O professor Litério é um exemplo fantástico de quem se sabe reconciliar», declarou Pedro Passos Coelho, no jantar de apresentação oficial da candidatura do PSD às eleições autárquicas de 1 de outubro de 2017, encabeçada por Litério Augusto Marques.

«O PSD está unido e apostado em poder colocar-se ao serviço de Anadia, em torno de uma pessoa com muita relevância na história do concelho de Anadia e na história do PSD. Estamos todos juntos a apoiá-lo nestas eleições porque Anadia merece reencontrar-se com o futuro de outra maneira», declarou o líder do PSD, afirmando que «só Litério pode corrigir, a solução da Câmara em Anadia».

«Queremos Anadia no caminho de inovação, ousadia e progresso! É muito importante nunca construirmos o futuro a olhar para trás», disse ainda.

«O PSD está cheio de “Cavalos de Tróia”, mas não vamos precisar deles», diz candidato

«Sou um homem social democrata, mas tive um desvio», começou por dizer Litério Marques, explicando: «Tudo aconteceu há oito anos. A estrutura concelhia do PSD recusava-me para candidato, a comissão politica nacional não aceitou e eu fui imposto, naquele tempo, à comissão de Anadia do partido. Ganhei, mas tudo isto me deixava embaraçado. Entretanto, o Governo fez as limitações dos mandatos e eu não me conformei que isto não fosse para todos. Há pessoas na Assembleia República, pelo menos uma, desde sempre….».

«Chateado com isto, nas últimas eleições criei um Movimento e ganhou-se as eleições», continuou o candidato, demonstrando, «sentir-se enganado». «Foram quatro anos de mandato, onde três são para esquecer. Quando estamos num partido somos obrigados a cumprir procedimentos, mas nos Movimentos é tudo à vontade, é um mundo de irregularidades», continuou Litério Marques, garantindo que o projeto que encabeça é «extenso», mas que contempla «muitas obras», onde «acima de tudo, se destaca o apoio à natalidade, educação, habitação e agilização nos processos da Câmara, não deixando as coisas ficarem “para amanhã”».

No final, Litério Marques disse ainda: «O PSD está cheio de “Cavalos de Tróia”, mas estão todos sinalizados e não vamos precisar deles!».

Filipe Sério e Henrique Fidalgo enaltecem trabalho de litério «no passado»

Filipe Sério, da Juventude Social Democrata de Anadia, e Henrique Fidalgo, presidente da comissão política concelhia, enalteceram «o trabalho de Litério Marques no passado». «As infraestruturas mais importantes do concelho de Anadia – Biblioteca, Cinema, Museu da Vinha e do Vinho e Velódromo, por exemplo –, que muito municípios invejaram, foram feitas pelo professor Litério Marques», disse Filipe Sério.

E Henrique Fidalgo enalteceu ainda «a presença de Pedro Passos Coelho». «Apesar de hoje não ser o atual Primeiro Ministro, nós em Anadia demos-lhe cinquenta e oito por cento dos nossos votos porque o queriamos verdadeiramente lá!», elogiou o também candidato à Junta de Freguesia de Vilarinho do Bairro.

«O que está em causa é o desenvolvimento de Anadia», afirma Salvador Malheiro

Salvador Malheiro, da comissão permanente distrital de Aveiro do PSD, também proferiu algumas palavras. «O PPD – PSD pode ter muitos defeitos, mas é um partido de braços abertos, onde só não está quem não quis», disse o também recandidato à Câmara de Ovar, garantindo: «Estamos de alma e coração para vos ajudar. O que está em causa é o desenvolvimento de Anadia e colocá-la no mapa!».

 

20507555_1762455030450056_3690213166938233464_o

ASSEMBLEIAS DE FREGUESIA

Avelãs de Caminho – Ricardo Vinagre

São Lourenço do Bairro – Mário Rui

União da Amoreira da Gândara, Paredes e Ancas – Lídia Oliveira

Moita – Manuel Figueiredo

Avelãs de Cima – Manuel Pereira

Vila Nova de Monsarros – Nélson Marques

Tamengos, Aguim e Góis – Ana Sofia Batista

Sangalhos – Ana Simões

União de Arcos e Mogofores – Paulo Adriano

Vilarinho do Bairro – Henrique Fidalgo

 

Imagens: Facebook «Partido Social Democrata»