tenho-cancro-e-agoraAs Medicinas Não Convencionais cada vez mais são vistas, felizmente, como complementares da Medicina Convencional. Além disso, elas podem e devem ser complementares entre si, acima de tudo!

É do nosso entendimento que, dentro de cada uma das nossas áreas de intervenção há pontos fortes e limitações, pelo que, à medida que a experiência cresce, vamos percebendo o potencial que podemos tirar da combinação de duas terapias diferentes, conjugando-as e usando o melhor de cada uma para benefício do doente.

A Terapia Combinada (Medicina Chinesa + Osteopatia) é a estratégia mais evidente que temos da eficácia do trabalho de equipa! Há várias patologias em que esta terapia tem benefícios claros, mas aquelas em que mais se obtém resultados (talvez também por ser a patologia que mais nos surge em clínica) é, sem dúvida, a patologia músculo-esquelética – lesões musculares, contracturas, tendinites, dor muscular…

Sendo a avaliação do paciente feita por ambas as especialidades, com abordagens e critérios diferentes, o protocolo terapêutico é estruturado em conjunto e aplicado com ambas as técnicas no mesmo tratamento.

Se, por um lado, a Medicina Chinesa, nomeadamente a Acupuntura, não trata a estrutura, ela vai conseguir provocar efeito analgésico, anti-inflamatório e relaxante, permeabilizando e irrigando os tecidos e órgãos, ficando então o trabalho estrutural ao encargo da Osteopatia, sendo possível assim, manipular segmentos músculo-esqueléticos ou trabalhar tecidos moles de forma eficaz e confortável.rita2

No caso de patologias que não as músculo-esqueléticas, o mecanismo de acção é o mesmo: a Medicina Chinesa actua, essencialmente, no metabolismo, e a Osteopatia na mecânica visceral ou muscular, como acontece, por exemplo em casos de enxaqueca, sinusite, azia, obstipação, síndrome vertiginoso…

A eficácia dos tratamento em Terapia Combinada é evidente pelos resultados obtidos em muito menos sessões de tratamento do que em terapia isolada, e com melhoras claras efectivas a longo prazo.

Acreditamos que os potenciais benefícios de cada área, quando conjugados, de modo consciente e aplicados pelos respectivos especialistas de forma dedicada, constituem uma mais valia extraordinária para o doente! O trabalho de equipa aumenta a eficácia do tratamento!

 

Paula Gradim – Especialista de Medicina Chinesa

Rita Fernandes – Osteopata

 

Imagem de capa: Facebook “Naturalmed”