Dois concertos de música clássica, promovidos pela Câmara Municipal de Anadia, irão integrar o programa de celebração da Semana Santa, e levar a Associação Ritornello ao Cineteatro Anadia, no sábado, 8 de abril, pelas 21h 30m, e à Igreja Paroquial da sede do concelho, no domingo, 9 de abril, pelas 17 horas.

O público do Cineteatro terá oportunidade de escutar peças de Vivaldi, de Pergolesi, e de Corelli, executadas pelo Quinteto de Cordas e por uma soprano. Neste concerto dedicado à música sacra do barroco italiano, serão, assim, executadas peças de três dos seus mais famosos compositores.Nws_2017_030_0408_Cult_CPascoa_F2©MRolo

Os bilhetes podem ser adquiridos no Cineteatro Anadia no dia do espetáculo, a partir das 14 horas, bem como na bilheteira online – BOL (www.bol.pt), nos CTT, Fnac, Worten e noutros postos BOL. O ingresso tem o custo de cinco euros, estando reservado um desconto de 50% aos portadores dos cartões Anadia Jovem e Anadia Sénior, bem como às crianças dos três e aos onze anos de idade.

No domingo, 9 de abril, pelas 17 horas, “As sete últimas palavras de Cristo na Cruz”, de Joseph Haydn (1732-1809), serão apresentadas na Igreja Paroquial de Anadia (Vale Santo), recitadas por Jorge Silva, da Associação Ritornello, e interpretadas pelo Quarteto Santa Cruz. Esta obra orquestral, que um clérigo de Cádis encomendou a Haydn, e por este composta em 1786, destinava-se a acompanhar os serviços litúrgicos da Semana Santa, devendo servir de interlúdio às “Sete Últimas Palavras de Cristo na Cruz”.

Estas “são interpretadas como etapas diferentes da vida e obra de Jesus Cristo, partindo do “Homem Jesus” até à glória do Cristo, Filho e mensageiro do Pai, sintetizando cinco etapas da trajetória de Jesus: Nascimento, Batismo, Transfiguração, Crucificação e Ressurreição”.

No entanto, “apesar da profundidade que encerram, não apresentam um carácter trágico”, e “as expressões de gritos e gemidos, que caraterizam a crucificação, são, na música de Haydn, suavizadas com pacíficas melodias”. Desta forma, “os sete adágios apresentados têm carácter de iluminação e transfiguração, terminando sempre com um triunfante “maior”, reafirmando a universalidade do tema bíblico e da própria música de Haydn”.

A entrada para assistir a este concerto, na Igreja Paroquial de Anadia, é gratuita.

 

Fonte: Município de Anadia

Imagens: MRolo