O executivo da Câmara Municipal da Mealhada ficou a conhecer, na reunião que se realizou na manhã de 6 de fevereiro, o programa preliminar para elaboração do projeto de execução da “Requalificação Urbanística do Centro Histórico da Mealhada”, mais concretamente, das intervenções para as Ruas Visconde Valdoeiro, Cerveira Lebre, Capitão Cabral e Dr. Luís Navega.

“As intervenções propostas pretendem estabelecer uma conexão coerente e contínua à primeira fase de requalificação, articulando os vários equipamentos existentes (Câmara Municipal, Biblioteca Municipal, Estação da CP, entre outros) e as ações previstas no Plano de Ação de Regeneração Urbana (PARU), como o Centro de Mostra e Promoção de Produtos e Ideias (na antiga Destilaria do Instituto da Vinha e do Vinho”, lê-se no documento analisado pelo executivo camarário.

O custo estimado da obra aponta para os dois milhões de euros e, entre muitos outros aspectos, pretende fazer o “ordenamento espacial sistematizado ao nível do mobiliário urbano, pavimentos, iluminação, sinalética, sombra e estrutura verde, aumento a funcionalidade e amenidade das diversas áreas e garantindo uma gestão e manutenção eficazes” e promover a “vertente multi-funcional, garantindo a coexistência e compatibilidade de usos (habitação, comércio, turismo e recreio)”.